Conquista do Matutão deu nome ao Estádio 09 de Janeiro em Pau dos Ferros

Centenário Campeão Matutão/1972 Em pé: Toinho, de Sula, Varela, Salvino, Aldemir, Manoel e Diassis.
Agachados: Derval, Edilson, Bobô, Butiginha e Chiquinho.
Centenário Campeão Matutão/1972 Em pé: Toinho, de Sula, Varela, Salvino, Aldemir, Manoel e Diassis. Agachados: Derval, Edilson, Bobô, Butiginha e Chiquinho.
Centenário Campeão Matutão/1972 – Esq. p/ Dir. Em pé: Toinho, de Sula, Varela, Salvino, Aldemir, Manoel e Diassis.
Agachados: Derval, Edilson, Bobô, Butiginha e Chiquinho.

O Campeonato de Futebol Matutão é cercado de muitas histórias, seria preciso um livro com milhões de páginas para poder comportar todas.

Leio no Blog Futebol de Pau dos Ferros do amigo Nathanzinho, que o nome do Estádio 09 de Janeiro, é uma homenagem a conquista do Campeonato Matutão de 1972 pelo Clube Centenário Pauferrense, time que representava a cidade na competição, o título conquistado justamente no dia 09 de janeiro, uma data histórica para a cidade.

O Estádio foi inaugurado no dia 28 de janeiro de 1972. De todas as referências ao Matutão, essa talvez seja a maior de todas, muito embora não possamos esquecer dos tantos craques que surgiram por causa do Matutão. Salvino, (foto), goleiro campeão pelo Clube Centenário Pauferrense (foto), foi a primeira revelação dentre muitas.

09 de janeiro de 1972, o Centenário de Pau dos Ferros, sagrou-se campeão invicto do Matutão ao derrotar o Cruzeiro de Macaíba por 2 a 1 no Estádio Juvenal Lamartine em Natal.

Lembrando que o goleiro Salvino foi o primeiro jogador do Matutão a ingressar no futebol profissional, sendo Campeão Estadual pelo ABC de Natal e pelo Fortaleza/CE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>