Em São Gonçalo tem Lucas Camilo, a “jóia” que o futebol profissional do RN pode não ter visto

Camilo (Foto: Facebook)
Lucas Camilo, 11 anos, sendo homenageado pela Semjel de São Gonçalo/RN - Foto: Carlinhos Graxa
Lucas Camilo, 11 anos, sendo homenageado pela Semjel de São Gonçalo/RN – Foto: Carlinhos Graxa

A inquietude do garoto Lucas Camilo, dentro e nos arredores da sua casa, fez despertar em seus pais, Seu Welington Arcanjo e Dona Lucimar Azevedo, que o menino nascido em São Gonçalo do Amarante/RN, tinha aptidão para o futebol.

“O menino era inquieto, chutava tudo que via pela frente e com muita habilidade, tudo para ele era como se fosse uma bola, era e ainda é incansável. Dentro de casa, no quintal e pela rua ao redor da nossa casa, tudo parecia campo de futebol, foi aí que despertei em levá-lo para treinar em um verdadeiro campo de futebol, ainda com 06 anos incompleto”. Me contou Seu Welington Arcanjo.

Camilo foi levado para treinar em um projeto esportivo comandado pelo professor Alberi Veras, que de pronto disse ao seu pai que o menino levava jeito para o futebol.

A partir daí entrou o instinto de mãe, Dona Lucimar, que levou o garoto para um teste no SIAP, outro projeto esportivo, agora em Natal. O olho clínico do professor Fabinho, experiente em descobrir garotos, não pestanejou duas vezes, ali estava para nossa alegria, uma verdadeira “jóia” do futebol.

A descoberta garantiu a Camilo, uma bolsa de estudos em um dos melhores Colégios de Natal – O Salesiano – mantida até hoje. A partir daí o menino de São Gonçalo já integrou a escolinha da Internazionale de Milão/ITA – Regional Natal -, clube pelo qual ele teve o prazer de participar de um torneio na Espanha, e foi a partir daí que foram aumentando os interesses pelo garoto.

Camilo (Foto: Facebook)
Camilo (Foto: Facebook)

Do futebol, uma passagem rápida no futsal, disputou a Taça Brasil de Futsal, uma verdadeira vitrine. Na sua estada na Taça Brasil, clubes como Fluminense e São Paulo chegaram a ter interesse no garoto.

Ainda sob os olhos e o comando do professor de Fabinho, que deixou a Inter e hoje integra um projeto regional do CR Flamengo/RJ aqui no RN, Camilo teve a chance de participar de um torneio no Rio de Janeiro, onde foi um dos artilheiros e escolhido o craque da competição.

Portas abertas no time da Gávea, Camilinho, estará embarcando no próximo dia 19 de março para o rubro negro carioca. Vai para mais um período de avaliação sob a supervisão de Charlene. A professora Charlene é a detentora da franquia do Clube de Regatas do Flamengo aqui no Rio Grande do Norte.

Aos 11 anos, Camilo que foca com a mesma firmeza do futebol nos estudos, disse assim: “Meu sonho é ser jogador de futebol profissional e eu vou conseguir, vou chegar lá para ajudar meus pais, vou perseguir esse sonho até alcançá-lo”. Finalizou, emocionado.

Aqui, ficamos, na torcida e na certeza, que pela desenvoltura e habilidades de Camilinho, a cidade de São Gonçalo/RN, terá em breve mais um nome no mundo do futebol.

Vai Camilinho, vai com fé e esperança, que aqui ficamos nós, torcendo pelo teu sucesso! Deus lhe guie e ilumine seus passos na escola e na bola!