Média de gols sofridos: Seleção Brasileira 2017 foi ano menos vazado

Não há dúvidas de que 2017 foi um ano especial para a Seleção Brasileira principal. Classificação antecipada para a Copa do Mundo, primeiro lugar na tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial e números expressivos marcaram a trajetória da equipe comandada por Tite. Um deles, por sinal, entra para a história da Canarinho: a defesa menos vazada de todos os tempos.

O levantamento da CBF levou em conta todos os anos em que o Brasil entrou em campo mais de três vezes para enfrentar seleções. Nesta comparação, 2017 fica à frente dos demais anos com uma média de 0,36 gol sofrido por jogo. Foram quatro em 11 jogos.

– É um número interessante, mas é importante ressaltar: construímos esta solidez defensiva através de um sistema onde todos trabalham de forma conjunta. Temos como proposta a busca incessante pela retomada da posse de bola e de um jogo sustentável com a participação de todos – comentou o técnico Tite.

Os anos que mais se aproximam desta marca são 1974, com 0,37 de média, e 1977 e 2006, ambos com média de 0,38. No primeiro, o Brasil enfrentou 16 seleções e sofreu apenas seis gols. Já nos outros dois foram 13 jogos contra outros países e cinco gols sofridos.

Outros anos merecem destaque pois apresentam médias abaixo de 0,5. São os casos de 1952 (0,4), 1972 (0,4), 1978 (0,41), 1989 (0,47) e 1994 (0,46). Ficaram de fora desta análise os anos de 1984, 1964, 1921, 1920, com apenas três jogos; 1948, 1947, 1944, 1939, 1934 e 1914, com dois jogos cada; 1936, 1932 e 1931, com um jogo em cada ano; e 1951, 1943, 1941, 1935, 1933, 1929, 1928, 1927, 1926, 1924, 1918 e 1915, todos sem jogos disputados.

A confirmação de que 2017 foi um ano fora da curva em termos defensivos vem com a análise da média histórica. Somando todos os jogos da Seleção Brasileira contra outros países, ao todo foram 957 partidas. A rede do Brasil balançou em 881 vezes, o que resulta numa média de 0,92 gol por jogo.

cbf

CBF

campo

Copa do Brasil 2018: Formato do sorteio da 1ª Fase

Vem aí a Copa do Brasil 2018. Na próxima sexta-feira (15), às 15h (de Brasília), os confrontos da Primeira Fase da 30ª edição do torneio nacional serão definidos por meio de sorteio, na sede da CBF. É o começo da adrenalina da competição mais democrática do calendário nacional. A CBF TV transmite o sorteio ao vivo.

Das 91 equipes participantes, 80 conhecerão seus primeiros adversários. As outras 11 equipes acessam a competição diretamente nas Oitavas de Final: Cruzeiro, Palmeiras, Grêmio, Santos, Corinthians, Flamengo, Vasco e Chapecoense (classificados para a Libertadores); Bahia (campeão da Copa do Nordeste 2017); e Luverdense (campeão da Copa Verde 2017). Já América-MG (campeão da Série B) e Atlético-MG (9º colocado no Brasileirão 2017) aguardam a definição do campeão da Copa Sul-Americana. Caso o Flamengo conquiste o título sul-americano, o Galo participa da Libertadores e entra nas Oitavas de Final da Copa do Brasil.

O sorteio

No sorteio, os oitenta times classificados serão distribuídos em oito potes de 10 clubes cada, identificados de A a H. Na primeira fase, em jogo único, os integrantes do Grupo 1 (potes A, B, C e D) jogam fora de casa e com a vantagem do empate contra os do Grupo 2 (potes E, F, G e H). Dos 80, os dez clubes melhores posicionados no Ranking da CBF farão parte do Grupo A; os dez seguintes, do Grupo B; os próximos dez, do Grupo C; e assim sucessivamente até se formar o Grupo H.

Os confrontos serão entre clubes dos potes da seguinte maneira: A x E, B x F, C x G e D x H. Um pote com 10 bolas, numeradas de 1 a 10, definirá em qual das 10 chaves do Diagrama da Competição cada clube se posicionará. O mando de campo da Segunda Fase também será estabelecido no sorteio de sexta-feira (15). Através do Diagrama das Fases, o vencedor de cada grupo saberá previamente se atuará como mandante ou visitante na Fase 2.

Novidades no Regulamento

O Regulamento Específico da Competição (REC) da Copa do Brasil conta com duas novidades em relação ao de 2017. Com o formato mantido, o torneio não contará com o gol qualificado em nenhuma das fases. Ou seja, os gols marcados na casa do adversário não valem mais como critério de desempate. Outra mudança que atende ao pedido dos clubes é a data limite para inscrição de jogadores, que foi ampliada do dia 24 de abril (2017) para 30 de julho (2018), antes das Quartas de Final.

– Esse tema está em análise há algum tempo. Levamos em consideração as opiniões dos clubes, técnicos, jogadores e profissionais envolvidos no universo do futebol. Diante do sucesso da Copa do Brasil e de sua importância crescente, entendemos que a melhor decisão seria padronizar a questão do gol qualificado, promovendo maior equilíbrio técnico – explicou o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores.

Prêmio recorde

Em termos de premiação por desempenho, a Copa do Brasil será a principal competição a partir de 2018. Serão R$ 50 milhões destinados ao campeão, outros R$ 20 milhões ao vice-campeão, R$ 8 milhões aos clubes semifinalistas, além de R$ 4 milhões pela participação nas quartas de final, valores sem precedentes na América do Sul. Somando as cotas das fases anteriores ao prêmio pelo título, o campeão pode faturar até R$ 68,7 milhões, considerando que participe desde a primeira fase.

CBF

ad-pingo

LICENÇA PRO: Alunos vão para campo apresentar treino tático

O GRUPO DE ROGÉRIO MICALE FOI O PRIMEIRO A SE APRESENTAR NA PRÁTICA EM CAMPO. Créditos: CBF Academy
O GRUPO DE ROGÉRIO MICALE FOI O PRIMEIRO A SE APRESENTAR NA PRÁTICA EM CAMPO.
Créditos: CBF Academy

O segundo dia de Licença PRO começou nesta quinta-feira (7) com a presença do professor de treinadores da Federação Holandesa, Frans de Kat. Esta foi a primeira vez de Frans no Brasil e na CBF Academy. Lecionando para nomes como Fábio Carille, Carlos Amadeu, Vadão, Ney Franco, Rogério Micale, o ex-jogador gostou do contato com grandes nomes do futebol brasileiro.

– Os jogadores brasileiros são os melhores do mundo, e agora eu posso dar aula para os melhores treinadores do Brasil. É muito bom ouvir o que eles tem a dizer e mostrar para eles o que eu faço nos treinos. Para mim, é muito bom ver como eles trabalham juntos, como estão abertos para novas ideias e grandes habilidades – disse Frans de Kat, que já treinou a Seleção Holandesa Feminina e o Arsenal Sub-18.

Micale foi um dos alunos a participar da atividade proposta por Frans em campo: dividir os jogadores do Botafogo Sub-18 e da equipe local de Tesópolis, entre Itália e Holanda, e criar uma situação de jogo, com bolas longas e curtas, para explorar os espaços presentes na equipe italiana.

– Contrapor uma seleção italiana onde tinha os espaços e tínhamos que criar um exercício para passar isso aos nossos jogadores. Nos reunimos, pensamos, discutimos e desenhamos a melhor situação de jogo. Colocamos isso no papel e transferimos para a prática. Dessa maneira que se adquiri conhecimento – comentou Micale sobre a prática.

Parte do grupo que está cursando a Licença PRO irá se formar no final deste ano. O ex-jogador de futebol e atual treinador Péricles Chamusca faz parte da turma que concluirá a qualificação do técnicos de futebol no Brasil. Chamusca começou na CBF Academy pela Licença A, devido o seu currículo dentro da modalidade.

– É um momento único na história do futebol brasileiro da gente ter essa oportunidade de estar aqui em uma academia própria para os treinadores. A oportunidade é imensa de intercâmbio com grandes profissionais de todos os níveis dentro do futebol – falou Péricles Chamusca.

MAIS INFORMAÇÕES:​

CBF Academy – (21) 3572-7173

Site oficial: https://www.cbf.com.br/cbfacademy

E-mail: cbfacademy@cbf.com.br

Facebook: @cbfacademy.futebol

CBF

IMG-20171031-WA0183

Técnicos Honorários: CBF Academy entrega Licenças Honorárias

Créditos: Lucas Figueiredo/ CBF
Créditos: Lucas Figueiredo/ CBF

Na manhã desta terça-feira (05), a CBF reuniu treinadores de futebol renomados na categoria para receberem a Licença Honorária, na sede da entidade, no Rio de Janeiro/RJ.Tricampeão mundial, Mário Jorge Lobo Zagallo recebeu o primeiro certificado da Licença Honorária entregue pela CBF Academy durante o Prêmio Brasileirão, na noite desta segunda-feira (04).

Estiveram presentes no evento para receber a Licença Honorária: Américo Faria, Antônio Cerezo, Antônio Lopes, Arthur Bernardes, Carlos Alberto Parreira, Carlos Carvalho, Estevam Soares, Eugênio Machado, Evaristo de Macedo, Jair Pereira, Joel Santana, Zé Mario, Levir Culpi, Nelsinho Baptista, Vadão, René Simões e Sebastião Lazaroni.

Após receber o certificado direto das mãos do Presidente Marco Polo Del Nero, Parreira entregou a Licença Honorária para os outros presentes na cerimônia, além de uma camisa da Seleção Brasileira com o nome do homenageado.

Esta é a primeira vez que a CBF, por meio da CBF Academy, entrega a Licença Honorária para os treinadores de futebol brasileiros. A Licença é destinada aos treinadores que possuem mais de 60 anos e, segundo critérios da Conmebol, acumularam mais de 50 pontos durante o ofício. Conquistas com Seleções Principais e de Base, e Campeonatos Nacionais e Internacionais com clubes também fazem parte da somatória dos pontos.

Alguns treinadores convidados para o evento não puderam estar presentes mas receberão a Licença Honorária, são eles: Abel Braga, Arthur Coimbra, Emerson Leão, Givanildo de Oliveira, Jair Picerni, Luiz Felipe Scolari, Marcelo de Oliveira, Muricy Ramalho, Oswaldo de Oliveira, Paulo Autuori, Paulo César Carpegiani, Paulo Roberto Falcão, Valdonedo da Silva Xavier, Vanderlei Luxemburgo e Waldemar Lemos.

No anexo abaixo estão as cópias das páginas 93 e 94, destinadas à Licença Honorária, presentes no documento da Conmebol apresentado em 2016.

ANEXOS

CBF

ad-gold

Chaves definidas para a Copa 2018: Brasil está no grupo de Suíça, Costa Rica e Sérvia

Créditos: CBF
Créditos: CBF

Estão definidas as chaves da Copa do Mundo Rússia 2018. Em sorteio realizado nesta sexta-feira (1) em Moscou, capital do país sede da competição, a Seleção Brasileira caiu no Grupo E, juntamente com Suíça, Costa Rica e Sérvia.

Também neste sorteio já ficaram definidas as datas das partidas da Seleção Brasileira na primeira fase. A estreia do time do técnico Tite será contra a Suíça, no dia 17 de junho, em Rostov-on-Don. Na sequência, o Brasil pega a Costa Rica, no dia 22, em São Petersburgo, e Sérvia, no dia 27, em Moscou.

No evento desta sexta-feira (1) estiveram presentes o técnico Tite, o coordenador de Seleções Edu Gaspar, além do supervisor Luís Vagner, o administrador Hamilton Corrêa, o chefe de segurança, Aloísio Rocha e o vice-presidente da CBF, Fernando Sarney, que também é membro do conselho da FIFA.

Confira como ficaram os grupos da Copa do Mundo da Rússia 2018:

GRUPO A – Rússia, Arábia Saudita, Egito e Uruguai

GRUPO B – Portugal, Espanha, Marrocos e Irã

GRUPO C – França, Austrália, Peru e Dinamarca

GRUPO D – Argentina, Islândia, Croácia e Nigéria

GRUPO E – Brasil, Suíça, Costa Rica e Sérvia

GRUPO F – Alemanha, México, Suécia e Coreia do Sul

GRUPO G – Bélgica, Panamá, Tunísia e Inglaterra

GRUPO H – Polônia, Senegal, Colômbia e Japão

CBF

campo

Rogério Ceni será o técnico do Fortaleza em 2018

Foto: GETTY IMAGES SPORT ALEXANDRE SCHNEIDER
Foto: GETTY IMAGES SPORT ALEXANDRE SCHNEIDER

Rogério Ceni será o técnico do Fortaleza em 2018. O contrato é de um ano.

Dessa forma, o ídolo do São Paulo terá sua experiência na profissão, depois de ter comandado o próprio clube paulista do começo deste ano até julho.

O Fortaleza se prepara em 2018, ano de seu centenário, para a disputa da Série B, após conseguir o acesso na terceira divisão do Campeonato Brasileiro neste ano, ao ser vice-campeã. Antigo comandante do time tricolor cearense, Antônio Carlos Zago deixou o clube no final de outubro.

O novo presidente do clube, Marcelo Paz, que acaba de assumir o cargo, já havia demonstrado publicamente em contar com o ex-goleiro em declarações dadas ao jornal jornal “O Estado de S.Paulo” na quarta-feira.

“Ceni é um grande nome, muito interessante pela história e pelo currículo e agora o que a gente precisa é verificar as necessidades e possibilidades do clube”, disse o dirigente, que assumiu a função na terça, depois da renúncia de Luis Eduardo Girão.

Ceni irá reencontrar Bosco, seu antigo companheiro no São Paulo e atualmente preparador de goleiros da equipe cearense.

Fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/742297_rogerio-ceni-sera-o-tecnico-do-fortaleza-em-2018

IMG-20171031-WA0183

‘Brasil se ressente de plano estratégico no combate à violência no futebol’

Mauricio Murad, autor do livro ‘A Violência no Futebol: Novas Pesquisas, Novas Ideias, Novas Propostas’ aponta medidas cruciais para evitar brigas no futebol, e vê falhas no atual momento no país

O combate à violência no futebol requer várias formas de trabalho para alcançar uma eficácia. Não basta a punição a clubes e a organizadas.

A curto prazo, também é necessária a identificação dos culpados, com aplicação de leis previstas no Código Penal, como formação de quadrilha. As condutas também têm de repressivas até o fim.

Além disto, há medidas preventivas que podem ser muito eficazes a médio prazo. A principal é monitorar as redes sociais, pois emboscadas a adversários são plantadas com antecedência, tanto na Internet quanto em aplicativos de celulares. A lei permite o monitoramento telefônico, basta pedir autorização. A prevenção tem se mostrado sete vezes mais rápida do que a repressão.

A mobilização também tem de ser feita como um trabalho a longo prazo. É ideal levar craques de vários clubes para conscientizar os torcedores sobre tolerância com quem torce para outra equipe.

Lamentavelmente, o Brasil se ressente de um plano estratégico, que vise por completo uma mudança cultural no futebol. Além disto, vivemos uma crise na polícia, o que atrapalha o monitoramento das redes sociais e outras condutas repressivas e preventivas.

Neste cenário, surgem canetadas, como a “torcida única”, que as experiências no fim de semana comprovam que são paliativas. Em São Januário, a torcida do Vasco brigou entre si, a do Flamengo não fez nada! No Beira-Rio, a torcida do Internacional é quem brigou com a polícia, sem nenhum conflito com o Criciúma.

Há outra coisa para a qual as pessoas têm de se conscientizar. A punição esportiva tem de ser apenas complementar. Diante de imagens claras das brigas nos estádios, é urgente que haja uma criminalização individual de quem pratica violência no futebol.

Por Mauricio Murad – Portal Lancente

IMG-20171030-WA0025

Seleção de 1982: a equipe que encantou o mundo

Não é só conquistando títulos que se entra para a história do futebol mundial. A Seleção Brasileira de 1982 é um dos maiores exemplos. Trinta e cinco anos depois da eliminação para a Itália em Sarriá, o time comandado pelo técnico Telê Santana continua sendo espelho para gerações atuais. O atual comandante da Canarinho, Tite, inclusive, já declarou algumas vezes o quanto vê naquela equipe uma referência.

Créditos: Acervo CBF
Créditos: Acervo CBF

Durante a Semana do Futebol desse ano, o treinador afirmou que a Seleção de 1982 é um “modelo que o inspirou”. Quando ainda comandava o Corinthians, Tite revelou que “quando via Falcão, Sócrates, Cerezo e Zico, abria um sorriso de um lado a outro”. O sentimento do atual técnico da Seleção por aquela equipe genial é o mesmo de quase todo brasileiro que teve a honra de acompanhar aquele time, que contava com ídolos de grandes clubes do nosso país.

O Brasil terminou a Copa do Mundo de 1982 na quinta colocação. Se o título não veio, o lugar na história ficou garantido. A imprensa mundial, encantada pelo jogo bonito da Seleção, elegeu a equipe como a melhor da competição.

A Seleção Brasileira de 1982 pode não ter colocado uma estrela no uniforme, mas contribuiu muito para uma reafirmação da Amarelinha como exemplo de futebol arte. Fica a homenagem e o muito obrigado da CBF aos craques Waldir Peres, Leandro, Oscar, Luizinho,Toninho Cerezo, Júnior, Paulo Isidoro, Sócrates, Serginho, Zico, Éder Aleixo, Paulo Sérgio, Edevaldo, Juninho, Falcão, Edinho, Pedrinho, Batista, Renato Frederico, Roberto Dinamite, Dirceu e Carlos.

Seleção na Copa de 1982: 

14 de junho de 1982
Brasil 2 x 1 União Soviética – Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, Sevilha
Público: 68 000
Gols: Bal’ 34′, Sócrates 75′ e Éder 88′

18 de junho de 1982
Brasil 4 x 1 Escócia – Estádio Benito Villamarín, Sevilha
Público: 47 379
Gols: Narey 18′, Zico 33′, Oscar 48′, Éder 63′ e Falcão 87′

23 de junho de 1982
Brasil 4 x 0 Nova Zelândia – Estádio Benito Villamarín, Sevilha
Público: 43 000
Gols: Zico 28′, 31′, Falcão 55′ e Serginho Chulapa 70′

2 de julho de 1982
Argentina 1 x 3 Brasil – Sarriá, Barcelona
Público: 43 000
Gols: Zico 11′, Serginho Chulapa 66′, Júnior 75′ e Díaz 89′

5 de julho de 1982
Itália 3 x 2 Brasil – Sarrià, Barcelona
Público: 44 000
Gols: Rossi 5′, 25′ e 74′, Sócrates 12′ e Falcão 68′

CBF

campo

Jogadora da cidade de Riacho de Santana/RN é convocada para a Seleção Brasileira de futebol

Foto: Kin Saito/CBF
Foto: Kin Saito/CBF

Antônia é natural da cidade de Riacho de Santana, distante a 420 km da capital potiguar, Natal, atualmente ela defende as cores da Ponte Preta/SP, a potiguar foi convocada para substituir Bruna Benites, do Houston Dash (EUA).

Por não se tratar de uma data FIFA, os clubes não liberaram suas respectivas atletas.

Oito jogadoras foram convocadas para representar a Seleção Brasileira Feminina no amistoso contra a Alemanha, dia 4 de julho:

Confira abaixo a lista das substituições:

GOLEIRA: Viviane, do Grêmio Osasco Audax – Letícia, do Corinthians

ZAGUEIRA: Antônia, da Ponte Preta – Bruna Benites, do Houston Dash (EUA)

ZAGUEIRA: Jucianara, do Corinthians/Audax – Mônica, do Orlando Pride (EUA)

LATERAL: Maurine, do Santos – Fabiana, do Corinthians/Audax

MEIO-CAMPO: Monique, do Corinthians/Audax – Camila, do Orlando Pride (EUA)

MEIO-CAMPO: Maria, do Santos – Andressa Machry, do Houston Dash (EUA)

MEIO-CAMPO: Rita de Cássia, do São José – Marta, do Orlando Pride (EUA)

ATACANTE: Chu, do São José – Debinha, do North Carolina Courage (EUA)

JD DESIGN DIGITAL

Série D: Tabela Detalhada da Segunda Fase

A Diretoria de Competições da CBF divulgou, na noite desta segunda-feira (26), a Tabela Detalhada da Segunda Fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Após a definição dos classificados neste domingo, ficaram estabelecidos os confrontos desta nova etapa. Os dias, horários, locais e jogos que terão transmissão pela TV estão detalhados no documento.

Nesta fase, as equipes disputam a vaga nas Oitavas de Final em jogos de ida e volta. Os classificados para a Terceira Fase serão conhecidos no dia 9 de julho (domingo).

ANEXOS

ad-gold