CBF abre concorrência para VAR na Copa do Brasil

CURSO DE CAPACITAÇÃO DO ÁRBITRO DE VÍDEO Créditos: Marcos Paulo Rebelo/CBF
CURSO DE CAPACITAÇÃO DO ÁRBITRO DE VÍDEO
Créditos: Marcos Paulo Rebelo/CBF

Conforme decisão anunciada aos clubes nas reuniões realizadas em meados do mês de fevereiro, os 14 jogos que serão disputados a partir das Quartas de Final da Copa do Brasil 2018 contarão com árbitro assistente de vídeo (VAR). Nesta quarta-feira (21), a CBF abre o edital para a contratação da empresa que irá operar os recursos tecnológicos em apoio à arbitragem. As participantes terão até o dia 5 de março, às 17h, para apresentar suas propostas.

Trata-se de uma concorrência em que as empresas que manifestarem interesse e demonstrarem viabilidade técnica receberão a carta convite com todas as especificações a serem cumpridas. Além das partidas da Copa do Brasil, que já terão o uso do VAR definido, a CBF poderá recorrer à vencedora do processo para aplicar o recurso em jogos de outros campeonatos, como prevê o Regulamento Geral das Competições (RGC) de 2018 (leia mais aqui).

A empresa contratada pela CBF será responsável por disponibilizar os equipamentos e serviços técnicos especializados necessários à completa adoção do VAR, tornando possível que todos os procedimentos de revisão de imagens possam ser executados com qualidade, seguindo o protocolo do International Football Association Board (IFAB), órgão máximo da arbitragem no futebol mundial, detalhado no Manual do VAR (clique para ver o documento).

– Estamos satisfeitos porque 16 empresas já manifestaram interesse em participar da concorrência, o que permitirá uma ampla análise de propostas técnicas e financeiras do mercado. Iniciaremos agora o processo de avaliação, a fim de fazermos os testes necessários para que o projeto seja implantado com excelência, já que a CBF foi pioneira na apresentação do árbitro de vídeo – afirma o diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo.

A proposta comercial a ser escolhida pela CBF levará em conta critérios como menor valor a ser pago, experiência e capacidade técnica e de recursos humanos das empresas em lidar com projetos audiovisuais, capacidade de investimento nos equipamentos e estrutura necessárias, entre outros.

Treinamento

Sempre de acordo com o Protocolo elaborado pela Internacional Football Association Board, a CBF realizou uma intensa preparação para o uso da ferramenta. As atividades consistiram em treinamento teórico, prático, off-line e online, para habilitação de Supervisores de VAR, de Árbitros, de Árbitros Assistentes de Vídeo e de Auxiliar de Árbitros Assistentes de Vídeo, bem como de operadores de vídeo, entre setembro e outubro do ano passado.

Durante o período, foram realizados 24 jogos-treinos ao vivo, praticadas centenas de situações programadas pelos instrutores, gerando mais de 3.200 vídeos, e o líder do projeto disponibilizou no portal do IFAB 420 clipes, atingindo a expertise necessária. No total, foram capacitados 113 integrantes de equipes de arbitragem pela CBF, sendo: 16 supervisores, 15 operadores de vídeo, 74 árbitros, além de oito habilitados pela FIFA e CONMEBOL, VAR e VAAR.

Os treinamentos dos instrutores responsáveis foram realizados na Suíça e no Paraguai, com os oficiais sendo capacitados em Águas de Lindóia (SP), utilizando três campos de futebol, com estrutura necessária para realização dos eventos e participação de clubes de futebol de base durante 20 dias. Os trabalhos administrativos tiveram prosseguimento com os responsáveis pelo projeto participando de 84 atividades entre reuniões no país ou no exterior, treinamentos e testes ao vivo, todos com acompanhamento de representantes da IFAB/FIFA.

A preparação para o VAR começou ainda em março de 2016, logo após a CBF conseguir a autorização para realizar o experimento. Foram realizados dois testes off-line, nas finais do Campeonato Carioca, entre Botafogo e Vasco, no estádio do Maracanã.

Sobre o árbitro de vídeo

O projeto inovador é brasileiro e foi criado com o apoio da Comissão de Arbitragem da CBF e da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF). O árbitro de vídeo atua na revisão de quatro situações: gol/não gol; pênalti/não pênalti; cartão vermelho direto indevido e identificação errada do jogador punido.

CBF

IMG-20171031-WA0183

Assu reforça plantel para a Copa Rio Grande do Norte

k
Gilmar Couto – Foto: Ascom ASSU – Multilus Mdias Sociais

Atacante Gilmar Couto volta a defender o ASSU. Gilmar tem 36 anos, 1,90 de altura e já fez parte do elenco em anos anteriores, inclusive foi artilheiro em 2011-2012.

No ano passado atuou pelo ASSU quando recebeu uma boa proposta do Souza da Paraíba. Nesse ano estava defendendo a camisa do Toledo-PR.

Franciele Manoel/Assessoria de Imprensa

campo

Contagem Regressiva: CBF recebe embaixadora da Copa do Mundo da Rússia

EMBAIXADORA DA COPA DE 2018 VICTORIA LOPYREVA VISITA CBF - CORONEL NUNES Créditos: Lucas Figueiredo/CBF
EMBAIXADORA DA COPA DE 2018 VICTORIA LOPYREVA VISITA CBF – CORONEL NUNES –  Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Embaixadora da Copa do Mundo da Rússia 2018, Victória Lopyreva visitou a sede da CBF e o Museu Seleção Brasileira nesta sexta-feira (16). A russa esteve acompanhada do cônsul geral do Rio de Janeiro, Vladimir Tokmakov, e os dois foram recebidos pelo presidente em exercício da entidade, Antônio Carlos Nunes, e o secretário-geral Walter Feldman.

Antes do almoço servido no restaurante da sede, Victória conheceu o técnico e o coordenador da Seleção Brasileira, Tite e Edu Gaspar. A visita ao Museu foi inesquecível. Ela pode ver de perto os cinco troféus da Copa do Mundo conquistados pelo Brasil.

– O Brasil é um dos países em que o futebol é mais valorizado. Eu decidi vir por conta própria e convidar todos os brasileiros pessoalmente para a Copa do Mundo, porque eu acho que as nossas nações são muito parecida, e nós gostamos de futebol. E, acreditem em mim, vocês terão muitos torcedores na Rússia também – disse Victória Lopyreva.

A modelo nasceu em Rostov do Don, cidade onde a Seleção Brasileira fará sua estreia na Copa do Mundo, no dia 17 de junho, contra a Suíça.

CBF

JD DESIGN DIGITAL

Série C: Conselho define fim do gol qualificado

REUNIÃO DO CONSELHO DA SÉRIE C Créditos: Lucas Figueiredo/CBF
REUNIÃO DO CONSELHO DA SÉRIE C – Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Esta quarta-feira (7) foi dia de Conselho Técnico com presidentes de clubes e federações envolvidas com a Série C do Campeonato Brasileiro 2018. A sede da CBF recebeu os dirigentes para o encontro, que apresentou novidades e definiu alterações no regulamento da competição em relação à edição passada. O comando da reunião ficou por conta do presidente em exercício da CBF, Antônio Carlos Nunes, do secretário-geral, Walter Feldman, do vice-presidente Gustavo Feijó, do diretor executivo de gestão, Rogério Caboclo, e do diretor de competições, Manoel Flores.

A grande novidade da Série C 2018 é o fim do gol qualificado. Sendo assim, não haverá mais distinção entre gols marcados dentro ou fora de casa na fase de mata-mata. A exemplo do que foi feito da Série B, a CBF vai arcar com os custos de 30 pessoas em cada viagem.

Outra novidade é a pré-escala obrigatória. Todos os clubes deverão inserir, com antecedência, a escalação completa no sistema da Diretoria de Registro, Transferência e Licenciamento da CBF. O espaço estará disponível 24h antes de a bola rolar. Essa iniciativa busca a antecipação de informações e a prevenção quanto ao uso de jogadores em condições irregulares.

– Foi um encontro de importância muito grande, pois vimos coisas pontuais. É uma novidade para nós, o acesso nos fez sair da zona de conforto, vimos outro mundo e agora teremos um planejamento maior. E a reunião é importante por isso – destacou a vice-presidente do Atlético do Acre, Euracy Bonner.

Atualmente, os clubes têm duas placas de publicidade nos estádios em jogos como mandante. A partir desta edição, as agremiações poderão negociar e explorar o uso de seis placas. Logo na sequência do anúncio, o Departamento de Marketing da CBF, através do diretor da pasta, Gilberto Ratto, apresentou um plano de ações para buscar patrocínios e parceiros para a competição.

– Foi muito legal participar destes três dias e pedi que eles blindem seus treinadores, os protejam, pois são quem mais desejam o sucesso de cada time. Não podem ser todos campeões, mas que o time que se preparou melhor e tenha mais sorte ganhe o campeonato e o treinador tenha o valor que ele merece – afirmou o presidente da Federação Brasileira de Treinadores de Futebol, Zé Mário.

Em outros quesitos, houve votação e a maioria decidiu pela manutenção de regras. Assim como no ano passado, cada equipe poderá inscrever até 35 atletas, sendo cinco Sub-23. A data limite para a inscrição de novos atletas desta edição será 16 de junho.

– Muito bom, a CBF está aberta, com uma visão em benefício dos clubes, melhorou a qualidade dos estádios para o torcedor… Isso é muito bom. A Série C tem 14 estádios participando e atinge o Brasil inteiro, com grandes estádios e grandes torcidas – acrescentou Marco Chedid, presidente do Bragantino.

A Série C do Campeonato Brasileiro 2018 terá a primeira rodada disputada nos dias 13 e 14 de abril.

CBF

JD DESIGN DIGITAL

José Vanildo é aclamado para nova presidência na FNF; Paulinho Freire sérá o 1º vice

Foto: Site da FNF
Foto: Site da FNF

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) realizou nesta segunda-feira (5) Assembleia Geral, no auditório da entidade, durante a manhã. Por aclamação, José Vanildo da Silva foi aclamado para mais um mandato. Na nova diretoria, a presença do 1º Vice-presidente da entidade, o vereador de Natal, Paulinho Freire. Foram conhecidos novos integrantes na Diretoria, conselho fiscal e suplentes, presença de clubes como ABC, América, Alecrim, ASSU, Santa Cruz, entre outros, além do promotor Luiz Eduardo Marinho, que destacou o avanço da FNF, representando o Ministério Público.

“Ser aclamado presidente só aumenta nossa responsabilidade na nova missão na presidência da Federação, representando nossos clubes, ligas, o futebol potiguar. Muito foi feito no nosso mandato, agora precisamos avançar, inovar cada vez mais e trabalho não vai faltar para buscar sempre o melhor para o nosso futebol”, garante o presidente da FNF.

A Assembleia Geral da FNF ratificou a unidade entre os filiados que pediram a continuidade do presidente José Vanildo na entidade, agora com o empresário Paulinho Freire na 1ª Vice Presidência. “Paulinho chega para reforçar nossa FNF, trazer suas ideias e a visão de futuro que tem sobre o futebol, tudo para buscar cada vez mais o desenvolvimento do nosso futebol”, comenta Vanildo.

Na Diretoria estão: José Vanildo da Silva (Presidente) 1º Vice-presidente (Paulo Eduardo da Costa Freire), 2º Vice-presidente (Raimundo Inácio Filho), 3º Vice-presidente (Evilacio Freire da Silva Bezerra), 4º Vice-presidente (Tibúrcio Batista da Silva), 5º Vice-presidente (José Marque da Costa Neto), Conselho Fiscal (1º Mauri da Silva Pinheiro, 2º Washington Luiz Fernandes, 3º Luiz Dailson Machado), suplentes do Conselho Fiscal (1º Francisco Pereira dos Santos, 2º Ailton Falcão da Lima e 3º Irapoã Nóbrega Azevedo de Oliveira).

O presidente José Vanildo informou que nos próximos dias pretende anunciar novidades, entre elas a programação dos 100 anos da FNF, prevista para 14 de julho deste ano. Além disso, buscar mais parceiros que irão garantir a realização de atividades, eventos e ações promocionais importantes em 2018, no ano do centenário da Federação.

“Agora é trabalhar cada vez mais. Agradeço aos clubes pela aclamação, por confirmar em nosso trabalho, mostra que muito foi feito, mas tenho a consciência que temos muito ainda a conquistar para o nosso futebol”, comenta o presidente reeleito José Vanildo, que viaja terça-feira (6) ao Rio de Janeiro para reunião na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para participar das definições sobre o Brasileiro da Série C.

Site da FNF

IMG-20171031-WA0183

Futebol de luto: morre Paulo Júnior

O último clube de Paulo Júnior foi o Salgueiro-PE (Foto site do Salgueiro)
O último clube de Paulo Júnior foi o Salgueiro-PE (Foto site do Salgueiro)

O futebol ficou mais pobre na manhã desta sexta-feira (2).

Depois de travar uma longa luta contra a leucemia, faleceu em Recife (PE), o ex-atacante de Potiguar, Baraúnas e América, Paulo Júnior, 33.

O ex-atleta, que havia se submetido a um transplante de medula óssea, teve uma recidiva no fim do ano passado, voltando a ser internado em permanecendo até esta sexta-feira, quando não resistiu e veio a óbito. Há poucos dias, a família havia realizado campanha para coleta de sangue para ajudar no tratamento do ex-jogador.

Como atleta, Paulo Júnior fez base no EIFA, do ex-jogador Romildo. Logo cedo se transferiu para o Potiguar por quem foi campeão estadual em 2004. Em seguida passou a vestir a camisa do Baraúnas, tendo participado da histórica campanha na Copa do Brasil, em 2005.

A partir dessa passagem, rodou alguns clubes estrangeiros, entre os anos de 2005 até 2014, ano de retorno ao Brasil, onde defendeu Campinense-PB, América de Natal e Salgueiro, seu último clube, em 2015, quando apresentou os primeiros problemas de saúde relativos à leucemia e teve de encerrar prematuramente sua carreira.

Recentemente, convidado por João Dehon, ex-presidente do Baraúnas e atual mandatário do Mossoró Esporte Clube, assumiu o posto de Gerente de Futebol do clube para um projeto que se iniciava durante a segunda divisão potiguar, em 2017. Devido à recidiva da doença, ele sequer chegou a concluir o trabalho na divisão de acesso, tendo sido internado no Instituto Medicina Integral Professor Fernando Filgueira, onde faleceu nesta manhã.

Paulo Júnior deixa esposa e três filhos.

A família está realizando os preparativos para o traslado do corpo e posterior sepultamento, o qual ainda será divulgado.

Clubes que Paulo Roberto Morais Júnior (Paulo Júnior) defendeu:

2004 – Potiguar (Campeão Estadual)

2005 – Baraúnas (Participação na Copa do Brasil)

2005/2006 – CO Saint-Dizier (França)

2010/2011 – Baraúnas

2011 – Al-Fujairah Club (Emirados Árabes)

2012 – Incheon LTD (Coréia do Sul)

2012/2013 – Al Nahda (Omã)

2014 – Al Hadd (Barein)

2014 – Campinense-PB

2015 – América-RN

2015 – Salgueiro-PE

Por Fábio Oliveira/F9.net.br

IMG-20171031-WA0183

Copa do Brasil 2018 estreia nesta terça-feira (30)

Vai começar a competição mais democrática do Brasil. Nesta terça-feira (30), dois jogos abrem a Copa do Brasil 2018. Às 20h (de Brasília), Vitória da Conquista-BA e Boa Esporte-MG dão o pontapé inicial no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA). Às 21h30 (de Brasília), Caxias-RS e Atlético-PR duelam pela vaga na próxima fase. Como previsto no regulamento, os visitantes jogam com a vantagem do empate na Primeira Fase.

20180129182633_0

 

A 30ª edição do torneio promete mexer ainda mais com a paixão dos torcedores dos 91 clubes participantes. Ao todo, 65 cidades dos 27 estados da Federação serão representadas. O Nordeste é a região com mais municípios. Ao todo, são 18 cidades, seguido pela região Sudeste, com 17, a Sul, com 13, 9 no Centro Oeste e 8 na região Norte.

Verdadeiro celeiro de oportunidades para os times de norte a sul do país, o campeonato servirá de vitrine para 10 clubes de fora do Ranking da CBF aparecerem para o cenário nacional. Veja a lista, aqui!

O formato de disputa da Copa do Brasil foi mantido, mas o Regulamento Específico da Competição (REC) traz uma grande novidade: não haverá gol qualificado em nenhuma das fases. Ou seja, os gols marcados na casa do adversário não valem mais como critério de desempate.

Outra alteração atende aos apedidos dos clubes. A data limite para inscrição de jogadores foi ampliada e as equipes poderão receber novos atletas até 30 de julho, antes das Quartas de Final.

Premiação recorde

Há um aumento significativo em comparação com os valores das cotas de participação dos clubes na competição mais democrática do país em 2017. Quem ficar com o troféu no ano que vem desembolsará R$ 50 milhões, o que dá uma diferença de 733,33% em relação a última edição. A premiação está entre as maiores em competições da América do Sul. O total de valor distribuído na Copa do Brasil 2018 aos 91 participantes será de R$ 278.290.000,00.

+ Confira a tabela completa da Copa do Brasil 2018

CBF

IMG-20171031-WA0183

Gestão de Qualidade: CBF conquista certificação ISO 9001

A CBF é a única confederação de futebol da América do Sul e uma das primeiras do mundo a ser qualificada com a ISO 9001/2015, certificação internacional obtida por seu sistema de gestão. Para recebê-la, a entidade comprovou eficiência na “administração e controle da estrutura e das atividades do futebol brasileiro”.

O processo que resultou na ISO 9001 foi certificado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), organismo certificador credenciado pela INMETRO reconhecido em mais de 100 países. Foram levados em consideração os processos conduzidos pelas diretorias de Competições (DCO), de Registro, Transferência e Licenciamento (DRTL) e pelo Departamento de Arbitragem.

– Com mais esta conquista, a CBF reafirma seu compromisso com a conformidade e a busca da excelência administrativa iniciada em 2015. Com o protagonismo na administração do futebol no país, a entidade reforça sua posição de vanguarda entre as confederações no cenário mundial – destacou o diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo.

Ao buscar a certificação, o propósito da CBF é demonstrar o compromisso com a melhoria contínua da gestão e dos serviços fundamentais para o desenvolvimento do futebol brasileiro.

– Durante a auditoria realizada, a CBF e suas áreas avaliadas comprovaram estar em conformidade com todos os requisitos exigidos pela norma. Conseguiu apresentar, apropriadamente, o sistema de gestão implantado, sua consistência, adequação e abrangência quanto aos processos, recursos e pessoal envolvidos – afirmou o gerente de Certificação de Sistemas de Gestão da ABNT, Guy Ladvocat.

A certificação ISO 9001 é mais um reconhecimento ao êxito da entidade em implementar seu programa de Governança, Risco e Conformidade (GRC), iniciado há três anos com a consultoria da Ernst & Young. Composto por mais de 50 projetos em todas as áreas, encontra-se 84% concluído.

– A CBF está em fase final de implantação dos planos que recomendamos, estando hoje em patamar avançado de governança corporativa entre as entidades esportivas do mundo – destaca o sócio da EY, Alexandre Rangel.

Indicada pela FIFA como uma das mais modernas na área de compliance, a CBF esteve em novembro último na sede da entidade internacional, na Suíça, apresentando seu programa às demais federações nacionais de futebol.

 

Site CBF

IMG-20171030-WA0025

No futebol profissional “carteira assinada” agora é lei

Na foto, o presidente Felipe Augusto na sede da fenapaf vibra com a conquista
Na foto, o presidente Felipe Augusto na sede da Fenapaf vibra com a conquista – Foto: Site Fenapaf

A Fenapaf vem informar que a solicitação da exigência de assinatura da Carteira de Trabalho para registro dos atletas profissionais de futebol no BID foi acatada pela CBF, à quem agradecemos. Doravante, os clubes terão que apresentar, além de todos os documentos de praxe, agora também, a Carteira de Trabalho devidamente assinada.

O Presidente Felipe Augusto Leite falou ao site oficial da alegria por esta conquista histórica: “Não tenho palavras para exaltar esta vitória para toda a categoria. Ações que respeitem as relações de trabalho de forma equilibrada sempre encontrarão na Fenapaf apoio incondicional. São atitudes como esta que objetivamente fazem o futebol brasileiro mais forte”.

Por oportuno, a Fenapaf irá requerer ao Ministério do Trabalho que promova mutirões de expedição do documento e também vem orientar ao atleta brasileiro  que apresente a sua carteira de trabalho para as devidas anotações, cobrando a respectiva devolução em 48 horas, prazo da lei.

Para finalizar, a Fenapaf orgulhosamente registra que a partir de agora os atletas de futebol do Brasil passam a existir nas estatísticas do Ministério do Trabalho.

Vitória de Todos.

Texto: Fenapaf

JD DESIGN DIGITAL